09/08/2017 09:13

ATRASO EM PROJETOS

“Ele tem legitimidade para criticar, pois nos ajudou a chegar aqui”

MIDIA NEWS
“Ele tem legitimidade para criticar, pois nos ajudou a chegar aqui”

O governador Pedro Taques (PSDB) parece já ter se entendido com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), que nos últimos dias fez críticas ao Executivo, chegando a chamar o Governo de “incompetente”.

A bronca do deputado se deu em razão da demora, por parte do Governo, em encaminhar projetos considerados importantes e polêmicos para apreciação do Legislativo.

O governador, por sua vez, chegou a rebater as declarações, afirmando que “se existia incompetência por parte do Governo, também poderia ser de Botelho, que faz parte da gestão”.

Ao voltar a comentar o episódio, Taques amenizou o tom a situação e disse que Botelho tem toda a legitimidade para fazer os julgamentos que achar necessário.

O Botelho é meu amigo e eu sou amigo do Botelho. Ele tem toda a legitimidade para fazer críticas, porque ele nos ajudou chegar até aqui

“Tivemos uma conversa absolutamente tranquila, conversa de duas pessoas que são amigas. O Botelho é meu amigo e eu sou amigo do Botelho. Ele tem toda a legitimidade para fazer críticas, porque ele nos ajudou chegar até aqui”, afirmou o governador.

Questionado se o imbróglio estaria resolvido, Taques respondeu: “Não está tudo resolvido, porque nunca teve nada estragado. Está tudo normal”.

O governador, no entanto, preferiu não estipular um prazo para encaminhar à Assembleia projetos como o do Teto de Gastos e das reformas administrativa e tributária.

“Os projetos serão enviados no momento apropriado. Teremos uma reunião com a bancada essa semana para que possamos esclarecer detalhes de cada um deles”, disse Taques.

O encontro está marcado para a próxima quarta-feira (9), na casa de Eduardo Botelho.

Deverão participar do jantar, o governador, os deputados da base governista e secretários da equipe econômica do Executivo.

 


Compartilhe essa notícia