04/08/2017 08:44

MORTE EM TREINAMENTO

Tenente dos Bombeiros acusada de torturar aluno tira licença médica até outubro

REPÓRTER MT
Tenente dos Bombeiros acusada de torturar aluno tira licença médica até outubro

A tenente do Corpo de Bombeiros, Izadora Ledur, pediu licença das funções por três meses para tratamento de saúde. A autorização foi publicada no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (3).

No fim do mês de julho, Ledur foi declarada ré pela Justiça na ação penal pela morte do aluno bombeiro Rodrigo Patrício Lima Claro, de 21 anos, que passou mal durante treinamento aplicado pela tenente, em 2016.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado (MPE), Rodrigo demonstrou dificuldades para desenvolver atividades como flutuação, nado livre e outros exercícios e foi submetido a intenso sofrimento físico e mental com uso de violência. A atitude, segundo o MPE, teria sido a forma utilizada pela tenente para punir o aluno pelo mal desempenho.

Ela deve responder pelo crime de tortura e passou a usar tornozeleira eletrônica para monitoramento das ações.

A licença de Ledur teve início em 18 de julho e se estende até o dia 15 de outubro.

Confira o extrato do pedido de licença da tenente

BOLETIM DE PESSOAL/CBM/00113/2017                     

DE: 02/08/2017

O Comandante Geral do CBM-MT no uso de suas atribuições que lhes são conferidas por lei,

Resolve: DEFERIR

Evento: LICENCA PARA TRATAMENTO DE SAUDE

Processo N.:

Nome: (205057/1) IZADORA LEDUR DE SOUZA DECHAMPS

Cargo/Função: (2137) PRIMEIRO TENENTE LC 541/2014

Un. Adm: (039594) COMANDO GERAL

A Partir de: 18/07/2017 Até 15/10/2017

PUBLICADA, REGISTRADA, CUMPRA-SE.

Cuiabá-MT, 02 de Agosto de 2017.

Alessandro Borges Ferreira

Comandante Geral do CBM-MT

 


Compartilhe essa notícia